quarta-feira, 19 de março de 2014

Com a palavra... A nossa Ditetora !!!

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO
O AEE é realizado, prioritariamente, na Sala de Recursos Multifuncionais (SRM) da própria escola, de Ensino Regular, no turno inverso da escolarização, podendo ser realizado, também, em Centros de Atendimento Educacional Especializado público ou privado sem fins lucrativos, conveniado com a Secretaria de Educação do Município, se houver.

ORGANIZAÇÃO DO AEE

Na EEEF Bairro Boa Vista, a organização do Atendimento Educacional Especializado considera as peculiaridades de cada aluno. Alunos com a mesma deficiência podem necessitar de atendimento diferenciado. Por isso, o primeiro passo para se planejar o atendimento não é saber as causas, diagnósticos, prognóstico da suposta deficiência do aluno. Antes da deficiência vem a pessoa, o aluno, com sua história de vida, sua individualidade, seus desejos e diferenças.

Há aluno que freqüenta o AEE mais vezes na semana e outros, menos. Não existe um roteiro, um guia, uma fórmula de atendimento previamente indicada e, assim sendo, cada aluno terá um tipo de recurso a ser utilizada, uma duração de atendimento, um plano de ação que garanta sua participação e aprendizagem nas atividades escolares. Na organização do AEE, é possível atender aos alunos em pequenos grupos, se suas necessidades forem comuns a todos.
A implantação da Sala de Recursos Multifuncional na Escola Bairro Boa Vista visa atender a necessidade, participação e aprendizagem dos alunos da educação especial no Ensino Regular, possibilitando a oferta de atendimento educacional especializado, de forma não substitutiva à escolarização. Para cumprir e efetivar um direito assegurado na Constituição Federal – “Educação Inclusiva para todos os alunos sem nenhum tipo de distinção”.
Iolanda Raasch de Paulo

                                                         Diretora da EEEF Bairro Boa Vista
                                                                        São Gabriel da Palha/ES

Um comentário:

  1. Quando falo do AEE, falo com o coração, com emoção. Não com a razão. São divinamente ESPECIAIS....

    ResponderExcluir